Anuncie aqui!
COTIDIANOCURTINHASDIVERSOSSAÚDE
Tendência

Primeira-dama de MT confirma que mãe foi reinfectada pela Covid-19

A primeira-dama de Mato Grosso, Virgínia Mendes, informou nesta segunda-feira (3), que a mãe dela, Euridice Gomes da Silva, de 78 anos, foi reinfectada pela Covid-19. O diagnóstico para a doença é anunciado duas semanas depois que a idosa recebeu alta de um hospital de São Paulo onde ficou internada por 10 meses.

Na última sexta-feira (30 de abril), a matriarca voltou a passar mal, o que fez o governador Mauro Mendes (DEM) encerrar as pressas uma entrevista que concedida para a imprensa logo após  inauguração da sede da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos Automotores. “Gente, eu peço licença porque estou com problema de saúde na família e preciso sair”, disse Mendes.

Agora, Virginia comentou sobre a saúde da mãe ao participa de um evento no município de Campo Verde (131 km de Cuiabá) para entrega de cartões do Ser Família Emergencial, programa que vai beneficiar mais de 100 mil famílias em situação de pobreza extrema com a transferência de renda de R$ 150. “Minha mãe ficou 10 meses internada, ela votou pra casa tem 10 dias e infelizmente ela pegou Covid de novo”, com a voz embagada.

HISTÓRICO

No dia 20 de abril, a primeira-dama e familiares, incluindo o governador, receberam a matriarca em clima de comemoração e boas vindas compartilhando no Instagram algumas fotos com uma mensagem falando do longo período de internação para tratamento.

“Depois de 10 meses internada em tratamento contra a Covid-19, minha rainha está de volta! Agora ela seguirá o tratamento em casa, graças a Deus! Eu nunca perdi a fé de que tudo iria melhorar pois Deus é bom o tempo todo! Não consigo pôr em palavras a importância que minha mãe tem em minha vida, por isso toda minha família está em festa”, escreveu na legenda da postagem.

Euredice Gomes contraiu a Covid-19 em julho de 2020 e realizou boa parte do tratamento num hospital em São Paulo. De volta a Cuiabá, ela deu continuidade aos tratamentos, mas voltou a testar positivo para a doença.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte;folhamax

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios