Anuncie aqui!
COTIDIANOCURTINHASDIVERSOSPOLÍCIA
Tendência

Adolescente suspeito de manter filho de empresário em cárcere privado é apreendido em MT

Um adolescente suspeito de manter Rafael Lorenzetti, filho de um empresário em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, em cárcere privado, foi apreendido, nesta sexta-feira (14), durante uma operação da Polícia Civil no município.

Rafael foi rendido por dois criminosos, na tarde de quarta-feira (12) quando chegava em casa, no Bairro Vila Alta.

Câmeras de segurança registraram o momento em que duas pessoas em uma moto renderam Rafael e o levaram junto com o carro que dirigia.Equipes da Força Tática da Polícia Militar localizaram o rapaz, sem ferimentos, às margens da MT-358 ainda na quarta-feira. O carro dele foi encontrado abandonado na Comunidade Bezerro Vermelho.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Adil Pinheiro de Paula, o segundo adolescente envolvido no caso já foi identificado e deve ser preso ainda neste fim de semana.

O delegado disse ainda que já tem um mandado de internação contra adolescente apreendido nesta sexta-feira.

Adolescente suspeito de participação no crime é apreendido — Foto: Divulgação

Adolescente suspeito de participação no crime é apreendido — Foto: Divulgação

Adil informou que aguarda a chegada dos responsáveis pelo adolescente ou dos advogados para ouví-lo.

Segundo a polícia, o suspeito foi identificado no mesmo dia do crime, no entanto, ele conseguiu fugir de um cerco policial.

“Hoje (14) ele também tentou fugir. Ficava trocando de endereço a todo momento, mas no período da tarde recebemos a informação de que ele voltou ao Bairro Shangrilá. Montamos uma equipe com 15 policiais a paisana e aguardamos”, contou o delegado.

Durante a operação, os policiais localizaram o adolescente em uma moto, chegando no Bairro Shangrilá, e tentaram abordá-lo, no entanto, o suspeito abandonou a moto e tentou fugir a pé.

“Fizemos o cerco no quarteirão e o capturamos. Nas imediações, tinham amigos dele portando cigarro de maconha. Eles também foram encaminhados à delegacia, onde serão ouvidos e liberados. A princípio, eles não têm envolvimento no caso”, disse.

Segundo o delegado, o adolescente deve ficar apreendido na delegacia por cinco dias, aguardando liberação de uma vagas no socioeducativo para ser transferido.

fonte;g1mt

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios