COTIDIANOCURTINHASDIVERSOSPOLÍCIA
Tendência

JUDIAÇÃO: Animais sofrem com sede e fome no Pantanal de MT

Os incêndios deram uma trégua no pantanal de Mato Grosso após as chuvas que caíram na região, mas o Corpo de Bombeiros e brigadistas continuam em alerta para conter pequenos focos que surgem na vegetação. A preocupação neste momento tem sido com os animais, que sofrem com a falta de água e comida já que as chuvas não conseguiram repor a vegetação e muito menos o nível dos rios e corixos.

Organizações não Governamentais, como a Ampara Silvestre, É o Bicho, Grupo de Resgate de Animais em Desastre e a Ecotrópica conseguiram aprovar no Ibama um plano de trabalho para fazer a dessedentação e alimentação de animais, principalmente ao longo da Transpantaneira (MT-060).

Recentemente, uma anta faleceu na região de Mimoso (Distrito de Santo Antônio de Leverger) por falta de água e alimento. O trabalho das ongs e voluntários inclui a distribuição de água e de frutas, como banana, mamão, melancia e laranja, além de ovos e um tuviras para garantir a sobrevivência dos animais. As tuviras, também conhecidas como “peixe espada, sarapó, carapó e ituí”, são muito utilizadas como iscas vivas para a pesca esportiva e devem garantir a alimentação de peixes, ariranhas e aves. Já as frutas devem alimentar macacos, antas e outros mamíferos.

O Ibama está recebendo pedidos de ajuda aos animais e analisando em parceria com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente, assim como os projetos de resgate às vítimas de incêndios na região.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte;hnt

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios