COTIDIANOCURTINHASDIVERSOSPOLÍCIA
Tendência

Mortos em acidente já são 12; mãe e filho estão entre vítimas em MT

Subiu para 12 o número de mortos no trágico acidente ocorrido no final da manhã desta terça-feira (17) no quilômetro 799 da rodovia BR-163, em Sorriso (416 km de Cuiabá). A mais nova vítima chegou a ser encaminhada para uma unidade de saúde, mas acabou não resistindo aos ferimentos.

Até o momento, os únicos mortos que foram identificados são a professora da rede estadual de Educação, Sidinei Oliveira Cardoso, de 48 anos, e o filho dela, Carlos André, de apenas 11 anos. Sidinei esteve em Cuiabá ontem durante onde participou de uma mobilização do Sintep (Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso), onde era primeira secretária geral.

Sidinei era professora de Língua Portuguesa, na Escola Estadual Edeli Montovani, em Sinop. Ela e o filho retornavam a Sinop quando a tragédia aconteceu. O ônibus saiu de Cuiabá por volta das 22h de ontem e seguia destino a Sinop (490 km de Cuiabá). 

Além dos 12 mortos, 33 pessoas foram encaminhadas aos hospitais de Sorriso e Sinop. Entre os feridos estão quatro crianças, de 2, 4, 7 e 9 anos.

Os nomes de todas vítimas ainda serão informados à imprensa. Segundo informações preliminares levantadas pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), o ônibus teria invadido a pista contrária colidindo, com a carreta que seguia sentido oposto na rodovia administrada pela Rota Oeste, ligada a empreiteira Odebrecht.

Segundo informações, o motorista do ônibus teve um braço decepado e o condutor da carreta está entre os feridos. Após a colisão, a pista precisou ser totalmente interditada, mas já está parcialmente liberada.

A Polícia Rodoviária Federal e o Corpo de Bombeiros também foram acionados. O helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) também auxiliou no resgate das vítimas, das quais algumas saíram pelas janelas do ônibus. 

fonte;folhamax    

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios